top of page
bg_topo6.png
  • Foto do escritorPublish

O fim do icônico passarinho: confira tudo sobre o rebranding do Twitter


Uma reviravolta no mundo do marketing digital pegou a todos de surpresa recentemente: o Twitter, uma das redes sociais mais populares do mundo, decidiu se transformar em "X". Essa mudança drástica não apenas apagou a marca do pássaro azul, mas também trouxe consequências para toda uma cultura virtual repleta de significados, como "twitar", "twiteiro" e "tweet".


O termo "tweet", que antes remetia ao som do canto de um pássaro, se tornou muito mais do que uma simples interação na plataforma; virou um verbo que representa a forma de comunicação característica do Twitter e sua personalidade única. Era uma marca bem construída, com detalhes meticulosos e uma identidade sólida.


Entretanto, a mudança para "X" ocorreu sem clareza de propósito e uma estratégia de rebranding efetiva, resultando em uma promessa de futuro abstrata com a inclusão de "AI" (Inteligência Artificial) no discurso. Essas decisões, aparentemente motivadas por um ego gigante, geraram questionamentos e preocupações entre os usuários.


A nova identidade visual, apresentada por Elon Musk, CEO da empresa, foi inicialmente recebida com choque e incerteza. A nova marca em preto e branco está sendo implementada gradualmente na versão web da plataforma, e a expectativa é de que em breve os aplicativos móveis também sofram essa transição.


Apesar de Musk afirmar que o novo logotipo é apenas provisório, ainda pairam dúvidas sobre o direcionamento que a plataforma tomará. A ideia de utilizar "X" como marca foi originalmente sugerida por um usuário, e o vídeo da letra X com efeitos de partículas foi destaque no perfil do magnata.


A transformação não se limitou apenas à mudança visual; a empresa passou a se referir a si mesma como "X" e incentivou os usuários a fazerem o mesmo. A mudança de nome trouxe à tona a enquete entre as cores preto e branco para a identidade visual da plataforma.


De acordo com Linda Yaccarino, CEO da empresa, essa mudança representa mais do que uma simples troca de logotipo. O "X" é a encarnação do futuro da interatividade ilimitada, com enfoque em áudio, vídeo, mensagens, pagamento e serviços bancários. A promessa é de criar um mercado global para ideias, produtos, serviços e oportunidades, tudo impulsionado pela inteligência artificial, conectando pessoas de formas inimagináveis.


Embora a nova identidade possa gerar controvérsias no momento, não se pode negar o impacto potencial dessa transformação na experiência dos usuários e nas estratégias de marketing digital. O futuro reserva surpresas e desafios para a agora chamada "X", e é importante que empresas e profissionais do setor estejam atentos a essas mudanças e suas implicações no mundo digital.


O "fim do passarinho" marcou o início de uma nova era para o Twitter como "X", e cabe a todos se adaptarem a essa evolução e aproveitarem as oportunidades que essa redefinição de marca pode trazer para o marketing digital. E você, o que achou dessa mudança?



26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page